Participação do Labmundo no 5º Encontro Nacional da Associação Brasileira de Relações Internacionais

IMG_20150730_122357900

Mesa redonda, organizada pela ABCP em parceria com a ALACIP “Transformações na Política Externa Latino-Americana e Caribenha: agendas, atores e arranjos institucionais”, coordenada por Carlos R. S. Milani.

O Laboratório de Análise Política Mundial – LABMUNDO esteve presente no 5º Encontro Nacional da Associação Brasileira de Relações Internacionais (ABRI), realizado em Belo Horizonte entre 29 e 31 de julho de 2015. Nossos pesquisadores apresentaram 12 trabalhos referentes às suas pesquisas de Pós-Graduação e também às linhas de pesquisa do laboratório, abrangendo as áreas temáticas de Análise de Política Externa, Instituições e Regimes Internacionais e Economia Política Internacional. Dentre os destaques do encontro, ressaltamos a realização da mesa redonda sobre “Diplomacia: novos desafios e novos atores” que teve como um dos expositores o coordenador do Labmundo-Rio, professor Carlos R. S. Milani. Destacamos também a mesa redonda organizada pela ABCP em parceria com a ALACIP intitulada: “Transformações na Política Externa Latino-Americana e Caribenha: agendas, atores e arranjos institucionais” também sob coordenação de Carlos R. S. Milani.

IMG_20150730_174440477_HDR

Painel “Política externa brasileira, diplomacia e multilateralismo global”, coordenado por Carlos R. S. Milani e com a participação do pesquisador Rubens de Siqueira Duarte.

Além dessas atividades, uma série de painéis contaram com a presença de nossos membros, como o painel “Presença Brasileira em Moçambique: é possível rimar solidariedade com pragmatismo?” coordenado e organizado pela coordenadora do Labmundo-Bahia, professora Elsa Kraychete, e o painel “Uma nova forma de analisar a política externa brasileira: introduzindo a análise de conteúdo de discurso”, o qual reuniu trabalhos produzidos pelo Projeto Análise de Conteúdo de Discurso da Política Externa Brasileira do Labmundo que utilizam a análise de conteúdo de discursos como ferramenta metodológica inovadora para a pesquisa, contando também com a presença da professora Letícia Pinheiro (IESP-UERJ) como debatedora.


foto 2

Painel “Uma nova forma de analisar a política externa brasileira: introduzindo a Análise de Conteúdo de Discursos”, com a participação dos pesquisadores Danielle Costa da Silva, Alana Camoça Gonçalves de Oliveira, Pablo Victor Fontes Santos, Taísa Rezende Soares, Tássia Camila de Oliveira Carvalho e Renata Albuquerque Ribeiro, além da presença da professora Letícia Pinheiro como debatedora.

Por fim, foram lançados no espaço do encontro alguns dos nossos trabalhos de pesquisa: o Atlas da Política Externa (de autoria de Carlos R. S. Milani, Enara Echart, Rubens de S. Duarte e Magno Klein); o livro Desenvolvimento e Cooperação Internacional (organizado por Elsa S. Kraychete e Carlos R. S. Milani); o e-book “Globalização e Relações Internacionais” (organizado por Carlos R. S. Milani e João Martins Tude); e a Cartilha UBUNTU: conhecendo a África” (de autoria Enara Echart, Rubens de S. Duarte, Juliana. P. L. Silva e Niury Novacek).

A intensa atividade junto ao encontro da ABRI reforça tanto a relevância que o evento tem adquirido na circulação e troca de conhecimento científico, quanto o compromisso dos pesquisadores do Labmundo em marcar presença nos principais meios de divulgação da área.

Atlas da Política Externa Brasileira

Prezados e prezadas,

é com muito prazer que anunciamos que o Atlas da Política Externa Brasileira, versão espanhol, está disponível para download gratuitamente no sítio web do CLACSO no seguinte link: http://www.clacso.org.ar/libreria-latinoamericana/libro_detalle.php?orden=&id_libro=987&pageNum_rs_libros=0&totalRows_rs_libros=952

O Atlas foi desenvolvido pelo Ateliê de Cartografia do Labmundo e conta com o prefácio da professora Maria Regina Soares de Lima.

 

V Encontro Nacional da Associação Brasileira de Relações Internacionais (ABRI)

O Laboratório de Análise Política Mundial (LABMUNDO) estará presente no V Encontro Nacional da Associação Brasileira de Relações Internacionais (ABRI), que será realizado em Belo Horizonte (MG), de 29 a 31 de julho, na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUCMINAS). O encontro deste ano tem como tema: “Definindo a Diplomacia num mundo em transformação”. Segundo a organização do evento, o encontro contará com mesas redondas, lançamentos de livros e apresentações de trabalhos em diversas áreas temáticas, e reúne acadêmicos, pesquisadores e profissionais das Relações Internacionais e de Ciência Política de todo o Brasil e também do exterior. Vários membros do LABMUNDO participarão do V encontro com a seguinte programação (alguns artigos com hiperlink podem ser baixados):

 MESAS REDONDAS:

Mesa redonda: Diplomacia: novos desafios e novos atores

Coordenador: Jorge Lasmar (PUC Minas)

Debatedor:Antonio Carlos Lessa, (UNB)

Expositores:

Carlos R. S. Milani (IESP/UERJ/LABMUNDO)

Alcides Vaz (UNB)

Andrew Cooper (Universityof Waterloo)

Paul Sharp (Universityof Minnesota Duluth)

 

Mesa redonda: Transformações na Política Externa Latino-Americana e Caribenha: agendas, atores e arranjos institucionais

Coordenador: Carlos Milani (IESP-UERJ/LABMUNDO e ABCP)

Debatedor: Igor Fuser (UFABC)

Expositores: Karen dos Santos Honório (UNILA)

Lorena Granja (IESP-UERJ)

Lucas Ribeiro Mesquita (UNILA)

Tatiana Berringer (UFABC)

 

PAINÉIS:

Painel: Política externa brasileira, diplomacia e multilateralismo global

Área temática: Análise de Política Externa

Debatedor: Carlos R. S. Milani (IESP/UERJ/LABMUNDO)

Coordenador: Carlos R. S. Milani (IESP/UERJ/LABMUNDO)

  1. Cecilia Baeza (FGV) “Brasil, a questão palestina e os organismos multilaterais”.
  2. Rubens Siqueira Duarte (Univ. Birmingham/LABMUNDO) “O lugar do Brasil no sistema multilateral financeiro do século XXI: uma análise dos fatores domésticos e estruturais e seus impactos“;
  3. ElodieBrun (El Colegio de México) “Servir e servir-se do multilateralismo: o Brasil na Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura”.
  4. Guilherme Stolle Paixão e Casarões (FGV e Faculdades Rio Branco ) “A Política da Política Externa Brasileira nos anos Dilma Rousseff: análise das posições multilaterais”.

 Painel: Uma nova forma de analisar a política externa brasileira: introduzindo a análise de conteúdo de discursos.

Área temática: Análise de Política Externa

Debatedora: Letícia Pinheiro (IESP/UERJ)

Coordenadora: Danielle Costa da Silva (IESP/UERJ/LABMUNDO)

  1. Danielle Costa da Silva (IESP-UERJ/LABMUNDO) com o trabalho “Política externa brasileira de direitos humanos do governo Dilma Rousseff (2011-2014): análise de conteúdo de discursos oficiais“;
  2. Pablo Fontes (PPGRI/UERJ/LABMUNDO) e Alana Oliveira (PEPI/UFRJ/LABMUNDO) “Mídia e Diplomacia pública: um panorama comparativo dos Governos Lula (2003-2010) e o Governo Dilma (2011-2014) a partir da Análise de conteúdo de discursos oficiais de Política Externa Brasileira”;
  3. Taísa Rezende (IESP/UERJ/LABMUNDO) e Juliana Pinto (UNIRIO/LABMUNDO) “Política Externa Brasileira e Eleições 2014”;
  4. Tássia Oliveira (IESP/UERJ/LABMUNDO) e Renata Albuquerque (IESP/UERJ/LABMUNDO) “A política externa brasileira pós-transição democrática: A análise de conteúdo dos discursos”;

 Painel: África na Política Externa Brasileira

Área temática: Análise de Política Externa

Coordenador: Henriqueta Souza Sampaio (Universidade de Coimbra)

Debatedor: Nathaly Silva Xavier Schutz (UNIPAMPA)

  1.  LeonildesNazar (IESP/UERJ/LABMUNDO) “O papel da lusofonia nas relações entre Brasil e Angola“;
  2. Alex Douglas Meaux Dias Rodrigues (UEPB) “O discurso culturalistabrasilo-africano (1961-1964)”
  3. Henriqueta Souza Sampaio (Universidade de Coimbra) “A Política Externa Brasileira no processo de paz em Angola: da reconstrução da paz à construção da paz positive”.
  4. José Alejandro Sebastian Barrios Díaz (UNB) “Depois da Anarquia? Hierarquia e Relações de Poder na Política Externa Brasileira para o continente africano”

Painel: Cooperação internacional para o desenvolvimento: crítica e desafios

Área Temática: Instituições e Regimes Internacionais

Coordenadora: Maria Elisa Huber Pessina (UFBA)

Debatedor: A definir

  1.  Leandro Dias Conde (IESP/UERJ/LABMUNDO) “Uma nova arquitetura da Cooperação Internacional para o Desenvolvimento: horizontalidade, condicionalidade e humilhação“;
  2. Maria Elisa Huber Pessina (UFBA/LABMUNDO), Elsa Sousa Kraychete (UFBA/LABMUNDO) “Papel dos Fóruns de Alto Nível sobre a Eficácia da Ajuda na legitimação do ideário de desenvolvimento hegemônico do pós 1990”;
  3. XamanKorai Pinheiro Minillo (UFPB),Bárbara Denise Carneiro Adad (UFPB) “O Regime Internacional de Cooperação Sul-Sul: invisibilização institucional e teórica”.

Painel: Governança Global/Regional do Desenvolvimento: desvios, desafios e alternativas

Área temática: Instituições e Regimes Internacionais

Coordenador: Igor Fuser (UFABC)

Debatedor: Paula Regina de Jesus PinsettaPavarina (Unesp, campus de Franca)

  1.  Alex Jobim Farias (UFF) “Novo Banco de desenvolvimento, O Acordo Contingencial de Reservas e a Governança Econômica Internacional: Alternativa ou Complementariedade?”
  2. Daniel Maurício Cavalcanti de Aragão (UFBA/LABMUNDO), Mario Joaquim dos Santos Neto (UFBA/LABMUNDO)“A agenda pós-2015 de desenvolvimento da ONU: aprofundamento da virada neoliberal?
  3. Igor Fuser (UFABC) “O mito da “insegurança jurídica” e os obstáculos à integração energética na América do Sul”
  4. João Paulo Ferraz Oliveira (UFMG) “O conceito de boa governança no Oriente Médio: a desconexão entre global e regional no caso do regionalismo árabe.”

 Painel: A dimensão subnacional nas relações internacionais: cidades na cooperação

Área temática: Instituições e Regimes Internacionais

Coordenador: William Monteiro Rocha (Universidade de Brasília (UNB))

Debatedora: Ruthy Nadia Laniado (UFBA/LABMUNDO)

  1. Leonardo Mercher (UFPR) e Ana Paula Lopes Ferreira (UFRGS) “Mercocidades: cidades globais como agentes-chaves na agenda da cooperação descentralizada)”.
  2. Cairo Gabriel Borges Junqueira (San Tiago Dantas) “A criação das Secretarias Municipais de Relações Internacionais (SMRIs) como nova realidade da inserção internacional dos entes subnacionais brasileiros”.
  3. Vanessa Marx (UFRGS), Osmany Porto de Oliveira (CEBRAP) “A paradiplomacia no Brasil: da disputa pela política internacional à cooperação sul-sul”.
  4. William Monteiro Rocha (UNB) “Relações Internacionais de Cidades Amazônicas: Projeção internacional e desenvolvimento local de Belém e Manaus”.

 Painel: Imperialismo, sub-imperialismo: questões em torno do Marxismo

Área temática: Economia Política Internacional

Coordenador: Marcelo Pereira Fernandes (UFRRJ)

Debatedor: Ana Saggioro Garcia (UFRRJ) 

  1.  Marcelo Pereira Fernandes (UFRRJ) “Economia Política do Imperialismo: A Questão da Estabilidade do Sistema”.
  2. Henrique Pavan Beiro de Souza (FMU), Fernando Henrique Taques (FMU) “Crise Financeira: Uma revisão da perspectiva Marxista”.
  3. Juliana Rodrigues de Senna (UFBA/LABMUNDO) “Subimperialismo-Leituras”.
  4. Mariana Davi Ferreira (UFSC) “América Latina e as experiências recentes em busca da autonomia: um exercício de análise a partir da Teoria Marxista da Dependência e da teoria crítica da Economia Política Internacional”.

 Painel: A questão dos Transportes no Mercosul e a Cooperação para o desenvolvimento

Área Temática: Economia Política Internacional

Coordenador: Luara Mayer da Silveira (UFSC)

Debatedor: Daniela Cristina Comin Rocha (UNESP)

  1.  Luara Mayer da Silveira (UFSC) “A economia política da integração regional de transportes: as ondas de regionalismo na América Latina no contexto dos Regimes Econômicos Internacionais”.
  2. Diogo Bruggemann (UFSC), Gabriela Martini dos Santos (UFSC) “De Asas Abertas para o MERCOSUL: O Papel da Aviação Sub-Regional na Integração Sul-Americana”.
  3. Laura Escudeiro de Vasconcelos (UFBA/LABMUNDO) “O paradoxo da Cooperação Internacional para o Desenvolvimento: uma leitura crítica“;
  4. Fernando Seabra (UFSC), Giulia Paggiarin Flores (UFSC), Thaís Regina Balistieri (UFSC) “A Grande Cabotagem no Mercosul: a importância da navegação costeira para a integração do bloco”.

 Painel: Presença Brasileira em Moçambique: é possível rimar solidariedade com pragmatismo?

Área Temática: Economia Política Internacional

Coordenador: Elsa Sousa Kraychete (UFBA/LABMUNDO)

Debatedor: Gerhard Seibert (Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira)

  1. Ana Saggioro Garcia (UFRRJ) “Políticas públicas movidas por interesses privados? Uma análise da cooperação brasileira em Moçambique a partir do Corredor de Nacala”
  2. Tacilla da Costa e Sá Siqueira Santos (UFBA/LABMUNDO) “A presença das organizações da sociedade civil brasileira na cooperação em Moçambique: como se formatam essas relações?”.
  3. Elga Lessa (UFBA/LABMUNDO) “Entre o discurso solidário e a ação pragmática da cooperação brasileira: os casos dos projetos de implantação da fábrica de medicamentos antirretrovirais e o ProSavana”;

LANÇAMENTO DE LIVROS:

Durante o evento haverá o lançamento dos seguintes livros organizados e de autoria de pesquisadores do LABMUNDO:

-        Atlas da Política Externa Brasileira, organizado por Carlos R. S. Milani, EnaraEchart, Rubens de Siqueira Duarte e Magno Klein (versões impressa e online, em português e espanhol)

-        Desenvolvimento e Cooperação Internacional, organizado por Elsa S. Kraychete e Carlos R. S. Milani.

-        Globalização e Relações Internacionais (E-book), organizado por Carlos R. S. Milani e João Martins Tude.

MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA:

Na mostra de iniciação científica contamos com o trabalho da estudante Lorena Lira (UNIRIO/LABMUNDO/GRISUL) que apresentará na seção de Ensino de Relações Internacionais a cartilha da África (Ubuntu: conhecendo a África). A cartilha foi desenvolvida pelo GRISUL da UNIRIO, sob a coordenação da Professora EnaraEchart, em cooperação com o LABMUNDO-Rio.

Para acessar os trabalhos dos pesquisadores e informações do evento acessem o site: http://www.encontronacional2015.abri.org.br/site/capa

 

 

Revisitando a Guerra ao Terror: terrorismo e política externa norte-americana no pós- Guerra Fria

A Conjuntura Global, revista do Núcleo de Pesquisa em Relações Internacionais (NEPRI), da Universidade Federal do Paraná (UFPR), publicou no seu recente número, o artigo “Revisitando a Guerra ao Terror: terrorismo e política externa norte-americana no pós- Guerra Fria” escrito pelo mestrando Leandro Carlos Dias Conde, do Instituto de Estudos Sociais e Políticos (IESP/UERJ) e pesquisador do LABMUNDO. O artigo busca discutir os novos contornos no sistema internacional quanto ao papel de superpotência dos Estados Unidos no pós-Guerra Fria. Tendo como foco o advento da “guerra ao terror” e suas implicações para a ordem mundial emergente no século XXI. Assim como lançar luz ao papel dos EUA na economia política internacional contemporânea, como instrumento de política externa
O artigo se encontra disponível para download na secção publicações. 

VIII Congresso Latinoamericano de Ciência Política

O Laboratório de Análise Política Mundial (LABMUNDO) estará presente no VIII Congresso Latinoamericano de Ciência Política (ALACIP), que será realizado em Lima (Peru), de 22 a 24 de julho, na Pontifícia Universidade Católica do Peru (PUCP). Membros do LABMUNDO participarão do VIII Congresso com a seguinte programação:

Painel: Cooperação Sul-Sul, Integração e modelos de desenvolvimento: as tensões público-privadas no caso brasileiro.

Quarta-feira, 10:15-12:00. Sala de Aula Z204

Moderador: Enara Echart Muñoz

Comentarista: Carlos R. S. Milani

  1.  Cooperação Sul-Sul e com a coerência das políticas de desenvolvimento: disputas de poder no caso brasileiro: Enara Echart Muñoz
  2.  Transformismos e disputas conceituais sobre a participação da sociedade civil nos países da América Cooperação Sul-Sul latinos. Para o Brasil: Michele Dolcetti
  3.  A Cooperação para o Desenvolvimento Internacional ou entre o Brasil e Moçambique: papel ou dar Organizações da Sociedade Brasileira Processo Civil não cooperativa: Tacilla Siqueira da Costa e Sá Santos

Para maiores informações acessem ao site: http://alacip.org/