Artigo: Cooperação Internacional para o Desenvolvimento no Norte e no Sul: que lições e desafios para o Brasil?

Confira abaixo o resumo do artigo Cooperação Internacional para o Desenvolvimento no Norte e no Sul: que lições e desafios para o Brasil? de Carlos R. S. Milani, BIANCA Suyama e Luara L. Lopes, publicado em novembro de 2013 pela Friedrich Ebert Stiftung.

“Desde 1960, o Brasil participou de programas para o desenvolvimento em outros países de renda média e em países de baixa renda; no entanto, desde os anos 2000 seu appel tem se tornado mais denso do ponto de vista quantitativo e qualitativo. O presente relatório tem por objetivo principal contribuir para o debate sobre as agendas de política externa no Brasil, mais particularmente no que diz respeito aos sistema de cooperação internacional para desenvolvimento (CID).

O artigo parte da constatação de que não existe um regime verdadeiramente institucionalizado no campo da CID. Este é um aspecto importante para o governo brasileiro: como consequência das lacunas deixadas pelo sistema da CID, critérios, normas e modalidades de ação internacional podem ser redefinidos. Nesse sentido, deve ser considerado o fato de o Brasil ser um federação e de que várias agências da administração pública nacional participam de atividades e projetos de cooperação.”

Para ler a íntegra do artigo, clique aqui.